Notícias

81 visitas
26/05/2022 14:30:14

AMANHÃ! CSJT analisa pedido de reajuste da Indenização de Transporte
Aojustra convida Oficiais de Justiça a acompanharem a deliberação ao vivo, pelo Youtube do CSJT.

O pedido da Fenassojaf para o reajuste da Indenização de Transporte será analisado pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), durante a 4ª sessão ordinária convocada para às 14 horas desta sexta-feira (27).

Em 23 de fevereiro, o presidente João Paulo Zambom e o diretor jurídico Fábio da Maia, acompanhados do advogado Jean Ruzzarin, se reuniram com o relator do processo, Desembargador Brasilino Santos Ramos, quando enfatizaram a defasagem do valor pago atualmente e a necessidade emergencial da recomposição da IT aos Oficiais de Justiça.

Ao longo dessa semana, a Associação Nacional e as associações regionais também promoveram reuniões e encaminharam ofícios aos presidentes do TRTs, onde reafirmaram a necessidade emergencial do reajuste, bem como solicitaram apoio dos Desembargadores para a aprovação pelo Conselho nesta sexta-feira.

A última recomposição da IT na Justiça do Trabalho ocorreu em 2015 quando o Conselho Superior autorizou o acréscimo de R$ 58,43 sobre a indenização paga pelos TRTs.

O Pedido de Providências nº 2351-86.2021.5.90.0000 que trata sobre o tema é o item 25 da pauta de julgamentos da próxima sexta. A Fenassojaf acompanhará a sessão representada pelo diretor Fábio da Maia e pelos assessores Eduardo Virtuoso e Rudi Cassel. A Fenajufe também estará presente na reunião do Conselho.

"O oficial de justiça utiliza veículo próprio para o cumprimento de suas atribuições, arcando com os custos de manutenção, combustível, seguro e impostos, os quais superam o atual valor da indenização de transporte, a qual se encontra há anos sem reajuste; mostrando-se cada dia mais defasada em razão dos sucessivos aumentos do combustível. É imprescindível a união do oficialato para intensificarmos a mobilização pela aprovação do reajuste", finaliza a diretora Ana Cristina Azevedo. 

A diretoria da Aojustra convida os Oficiais de Justiça a acompanharem a análise do pedido, ao vivo, pelo canal do CSJT no Youtube.

Da assessoria de imprensa, Caroline P. Colombo com a Fenassojaf
Foto: TST