Notícias

29/10/2018 16:17:54

Justiça em Números: Em quatro anos, índice de produtividade na fase de execução cai 30% no TRT-2
Durante reunião com a presidente do Tribunal, Aojustra apresenta os dados e reafirma importância de mais Oficiais para o Regional.

O índice de produtividade na fase de execução no TRT da 2ª Região se manteve pequeno no ano de 2017. A confirmação se deu através da divulgação do Relatório Justiça em Números, produzido pelo Conselho Nacional de Justiça, que aponta um número correspondente a 19 para a execução no ano passado.

Segundo o CNJ, o Índice de Produção do Servidor (IPS-Jud) é calculado pela relação entre o volume de casos baixados e o número de servidores que atuaram durante o ano da jurisdição.

Nos gráficos, é possível comparar os índices de produtividade entre as fases de execução e conhecimento no 1º Grau.

De 2014 a 2017, o IPS-Jud dos servidores do TRT-2 durante a execução apresentou queda de 30% e passou de 64 para 19, o que colocou o Regional em penúltimo lugar nos índices correspondentes a 2016 e em última colocação em 2017 no ranking entre os demais TRTs. Importante esclarecer que quanto menor o índice, menos produtividade ocorreu no ano vigente.

Para a Aojustra, fatores como a falta de mais servidores para a execução e a regulamentação do Ato 05/2017 foram decisivos para a involução do Tribunal.

Os dados disponíveis abaixo foram apresentados na primeira reunião ocorrida na última segunda-feira (22) entre a diretoria da Associação e a nova presidente do TRT, Desembargadora Rilma Aparecida Hemetério. Na oportunidade, os dirigentes da Aojustra reafirmaram a importância de novas nomeações de Oficiais de Justiça e dos prejuízos acarretados pelo Ato 05 na prestação jurisdicional.

A presidente do Tribunal concordou com a ideia da formação de um Grupo de Trabalho, com prazo definido, para a realização de estudos sobre o assunto. A Associação deverá indicar representantes para compor o GT. Veja AQUI a matéria completa sobre a reunião

CLIQUE AQUI para acessar os índices da execução por TRTs do Justiça em Números

Da assessoria de imprensa, Caroline P. Colombo