Notícias

11/09/2018 09:18:38

Direito de Greve no serviço público aguarda apresentação de emendas

O Projeto de Lei (PLS) nº 375/2018, apresentado pelo senador Dalírio Beeber (PSDB/SC), que trata do direito de greve no serviço público, foi despachado para a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado em decisão terminativa, e aguarda o prazo para a apresentação de emendas.
 
O presidente da CCJ, senador Edson Lobão (MDB/MA), deverá designar o relator para a matéria.
 
Até a próxima quinta-feira (13), qualquer senador poderá apresentar emendas à matéria e, após esse prazo, os senadores membros da CCJ poderão oferecer emendas até o encerramento da discussão da matéria.
 
Pelo projeto, os serviços considerados essenciais são obrigados a permanecer em ao menos 60% do total de servidores. Entre as atividades consideradas essenciais estão os serviços judiciários e do MP; defensoria pública; defesa judicial dos entes da federação; entre outros.
 
Já com relação aos serviços considerados não essenciais, as entidades sindicais ou os servidores são obrigados a manter em atividade percentual mínimo de 50% do total dos servidores.
 
Ainda de acordo com a proposta, as faltas decorrentes da greve serão objeto de negociação entre o sindicato e o ente estatal, devendo ser produzido plano de compensação que contemple os dias parados e o trabalho não realizado. Caso não seja possível a realização do plano de compensação, as faltas serão descontadas da remuneração dos servidores.

Da assessoria de imprensa, Caroline P. Colombo